Como a tecnologia vai impactar cada vez mais as profissões

Semana passada saiu no site da Folha uma entrevista um dos caras que mais me influenciou: Sílvio Meira.

Ele abordou um assunto que eu gosto muito de pesquisar e falar: como a tecnologia vai impactar cada vez mais as profissões e que um dos principais diferenciais do profissional do futuro é a criatividade.

“Tudo que não envolver resolução de problemas complexos que precisem de imaginação, criatividade, do uso de matemática e de ciência, tudo que não precise de auto-interação humana e do entendimento de contexto será dramaticamente modificado por software e digitalização em geral, a ponto de os empregos desaparecerem.”

Observe que o título diz que algumas PROFISSÕES vão sofrer mudanças dramáticas e o parágrafo acima diz que EMPREGOS vão desaparecer

Quis destacar essas duas partes só pra ratificar a diferença entre profissão e emprego. 

“Boa parte do trabalho de advogados é pesquisar a jurisprudência e, a partir daí, preparar a síntese dos argumentos que serão usados para defender ou atacar. Já há softwares que fazem isso. É melhor do que pôr um time de advogados para fazer. Não é trabalho de alta complexidade cerebral, mas de busca, organização, correlacionamento.””

Advogado é uma profissão que vai sofrer mudanças dramáticas. A profissão vai sempre continuar existindo (e sendo cada vez mais importante), mas muitos empregos dentro dessa profissão vão desaparecer

“Há profissões relevantes agora e que vão sumir. Se informatizarmos as ruas, não haverá placas, faróis. O carro não vai estacionar onde não pode, a rua o informará disso. O guarda de trânsito já era.””

Já no caso do guarda de trânsito, há uma grande probabilidade da profissão inteira desaparecer (e consequentemente os empregos também).

Vale também destacar a diferença entre vendedor e tirador de pedido:

Vendedor é quem usa criatividade, percepção, empatia, entre outras habilidades essencialmente humanas, com o objetivo de influenciar (positivamente, de preferência) alguém.

Tirador de pedido é quem simplesmente segue procedimentos e faz tudo dentro de um padrão.

Vendedor é sem dúvida uma profissão criativa que a tecnologia vai sambar pra ser melhor que a gente.

Tirador de pedido tá no mesmo risco do guarda de trânsito e do advogado-que-sempre-repete-a-mesma-petição.

E você, tá mais pra vendedor ou pra tirador de pedido?

Fonte: Murilo Gun

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *