O valor da Informação

A informação depende, cada vez mais, do conhecimento sobre os processos e detalhes dos ambientes interno e externo nos quais os negócios se desenrolam. A gestão da informação, da tecnologia e da inovação das organizações e empresas são hoje fatores de competitividade e sucesso das mesmas (PORTELLA, 2009).

A informação tem duas finalidades: o conhecimento dos ambientes interno e externo de uma organização e a atuação
nesses ambientes (CHAUMIER, 1986).
Para Moresi (2000:18), no processo decisório, o volume de informações e dados colocados à disposição do decisor deve ser na medida certa. Se esse volume for excessivo, os dados e informações pertinentes à solução do problema serão mascarados por aqueles considerados espúrios. Para resolver esse problema, é necessário escalonar a informação em uma hierarquia capaz de diferenciar as necessidades nas diversas situações, o que reforça a
importância de reconhecer que a informação possui valor.

O valor da informação varia conforme o tempo e a perspectiva. Nessas circunstâncias, o valor da informação pode
ser classificado nos seguintes tipos, segundo Moresi (2000:19 apud CRONIN, 1990):

• Valor de uso: baseia-se na utilização final que se fará da informação.
• Valor de troca: é aquele que o usuário está preparado para pagar e variará de acordo com as leis de oferta e demanda, podendo também ser denominado de valor de mercado.
• Valor de propriedade: aquele que reflete o custo substitutivo de um bem.
• Valor de restrição: aquele que surge no caso de informação secreta ou de interesse comercial, quando o uso fica restrito apenas a algumas pessoas.

Por tratar-se de um bem intangível (valor da informação), o valor deverá estar associado a um contexto específico conhecido pelas partes que percebem o seu valor.

Informação é a moeda de troca da tecnologia da informação; é seu resultado e bem mais valioso. Porém, para ter valor econômico e gerar resultados positivos, ela deve ser utilizada na tomada da decisão para gerar lucros ou prover vantagem competitiva.

Enfim, de que forma a informação pode ter calculado seu valor? Vejamos alguns parâmetros utilizados com essa finalidade, conforme Moresi (2000:20 apud SILVEIRA, 1989):

• Exatidão (grau de liberdade do erro da informação);
• Alcance (integralidade da informação);
• Conveniência (relevância da informação);
• Clareza (grau em que a informação está livre de ambiguidade);
• Oportunidade (tempo decorrido no ciclo produtivo da informação);
• Acessibilidade (facilidade com que a informação pode ser obtida pelo consumidor).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code