Evolução dos Sistemas Operacionais

Podemos, de forma segura, dizer que a computação moderna, em seus primórdios, não utilizava o conceito de sistema operacional. As instruções operacionais eram produzidas diretamente no hardware. Em alguns casos essas operações eram semelhantes às antigas centrais telefônicas, nas quais a computação era feita tirando-se o cabo de um plug e ligando-o a outro para uma instrução, desvio ou complemento.

Por volta de 1965, começaram a aparecer, no mercado, SO proprietários, ou seja, cada equipamento de cada marca possuía seu próprio sistema operacional e os computadores de grande porte eram totalmente incompatíveis entre si; não possuíam sequer um hardware com periféricos que pudessem ser intercambiáveis. Cientistas da AT&T desenvolveram, em 1969, o Unix, cujo objetivo era evitar essa falta de compatibilidade entre computadores diferentes quanto aos seus sistemas operacionais.

Pode ser considerado não somente o primeiro SO moderno, mas também um influenciador dos sistemas existentes atualmente. Na década de 70 do século 20, Steve Jobs teve a ideia de criar o computador pessoal que roda um sistema operacional compatível para usuários comuns.

Estava sendo criada a microinformática. Isso ocorreu por volta de 1976. Nessa mesma época, Bill Gates trabalhou em sistemas operacionais para o IBM-PC, microcomputador que utilizava PC-DOS, depois MS-DOS. Com a mudança de rumos da IBM, quanto a microcomputadores, a Microsoft tomou seu próprio rumo e desenvolveu o sistema operacional Windows, carro chefe da empresa nos dias de hoje.

Quanto às gerações de Sistemas Operacionais, podemos fazer uma tabela relacionada a cada arquitetura de hardware que foi desenvolvida:

• 1ª Geração (1945/55): Válvulas e Painéis, uso de Plug’s.
• 2ª Geração (1955/65): Transistores e Sistemas Batch.
• 3ª Geração (1965/80): Circuitos Integrados e Multiprogramação.
• 4ª Geração (1980/90): Computadores de uso Pessoais.
• 5ª Geração (1990/97): Windows, Linux.
• 6ª Geração (2000~): Sistemas em Nuvem, Distribuídos e Móveis.

Quer se aprofundar um pouco mais no tema? Veja esta relação de vídeo e de artigos que
indicamos para seu conhecimento e leitura sobre o tema
• História da Computação. Disponível em:
http://www.youtube.com/watch?v=1LTleJBbKTc&feature=related
• Artigo do Professor Waldemar Setzer, do IME/USP, sobre o apaixonante tema: Dado,
Informação, Conhecimento e Competência. Disponível em:
http://www.ime.usp.br/~vwsetzer/dado-info.html
• Delineando o valor do sistema de informação de uma organização. No texto disponível
em: www.scielo.br/pdf/ci/v29n1/v29n1a2.pdf são explorados conceitos sobre o valor da
informação que abrangem às seguintes questões: a finalidade da informação para uma
organização, a classificação de seus tipos de valor e o seu valor econômico.
• Evolução dos computadores. Uma apostila de leitura bastante fácil para você conhecer os
primórdios da era da computação até os dias de hoje. Disponível em:
ftp://ftp.unicamp.br/pub2/apoio/treinamentos/arq_micro/arquitetura.pdf
• Evolução do software. Caso você queira um texto mais técnico sobre software, principalmente
software livre, esta apostila da PUC-RJ é uma boa dica. Está disponível em:
http://www2.dbd.puc-rio.br/pergamum/tesesabertas/0210500_04_cap_03.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code