Feira do Empreendedor 2016. #eufui

Ontem estive na Feira do Empreendedor, e logo na entrada do evento, senti a vibração.

Qual vibração? Pessoas sorrindo e animadas. A energia ali é completamente positiva, a vibe é outra.

Por que as pessoas estão animadas? Em um momento de crise, perca de emprego? Acredito que brasileiro é assim: Não desiste nunca!

Muitos empreendedores ali, buscando novas soluções. Novos pordutos (aumento de mix), buscando soluções para reduzir custos, buscando parceiros, e encontrei pessoas procurando outras pessoas para iniciar o seu negócio com um “sócio”.

Tínhamos um local para: network. Percebi ali pessoas que ficavam paradas, aguardando outras pessoas. (Parabéns organizadores do evento, bem pensado!)

Bom, enfim. A intenção dessa publicação é: Linkar a minha experiência com a Feira e o meu trabalho atual: consultor de e-commerce da Tray/Locaweb, aonde impulsiono o e-commerce dos clientes corporativos, auxiliando em uma visão 360 sobre o mercado de offline e online, e em especial as oportunidades que e-commerce oferece.

Lembro-me de uma visita ao Galpão de um dos clientes, verifiquei um “amontoado” de caixas. Lá estavam centenas de skates.

Logo disse a ele: Entre agora no Google e digite: “atacado skate“. (será que repetindo o texto aqui: “atacado skate “esta publicação ficará bem posicionada no Google com a busca: “atacado skate“? risos…

Eu disse ao cliente: Então, na busca: “atacado skate” não temos nenhum link “concorrente”. E você com centenas de skates parados?

Vamos vender no e-commerce um produto: Lote de skates. Para pessoas interessadas em revender o seu produto.

Foi assim que linkei a Feira do Empreendedor com as reuniões que tenho diariamente com os clientes.

Estou sempre mencionando sobre a oportunidade de “Venda no Atacado”, “como aumentar o ticket médio da loja”, “como aproveitar o momento da crise”, “aproveitar canal de revenda” “fidelizar”, “conteúdo”, “seo”, “atendimento” entre tantos outros assuntos!

Pois bem, a feira nada mais é, que uma confirmação de tudo o que conversamos. Lotada de pessoas interessadas em iniciar o seu próprio negócio. Ávidas por conhecimento, e “new idea”.

            A foto acima são de “pequenos negócios”: Sublimação

Gostaria de compartilhar com você alguns pontos que pude ver na feira, e que possuem conexão direta com o crescimento do e-commerce:

1) Salas de “conhecimento” completamente lotadas. Isso demonstra que as pessoas buscam informação cada vez mais, antes de iniciar um negócio, ou adquirir produtos.

a) Sempre menciono: Marketing de Conteúdo (blog) – informações.
b) A descrição “detalhada” dos produtos
c) Criação de videos (diferente do mundo físico o cliente está longe do vendedor e do produto) ele precisa obter em detalhes informações do produto
d) Reviews: Ter uma visão “externa” de outros clientes, ajuda na decisão do cliente em comprar. E este conteúdo, ajuda na indexação do Google

           Todas as salas de “conhecimento” lotadas. Em todos os horários.

2) As pessoas não querem apenas comprar “produtos” querem ser treinadas, especializadas, ter um suporte e não perder tempo e dinheiro. Minimizar erros. Para que assim possam iniciar o seu negócio, sem medo de errar.

3) Empresas oferecendo “todo o material para o revendedor trabalhar”.
Panfletos, loja virtual, cartões de visita, folder (tudo com o espaço em branco para que o revendedor coloque seus dados).

E não oferecem gratuitamente. Eles vendem o pacote.
Média de franquia de R$ 4.900,00 para iniciar o negócio. (produto+material)

Qual a grande sacada? Ter tudo pronto. Não precisa o empreendedor “ter que pensar”. Ele precisa apenas vender. Atender bem o cliente. Entregar.

A “Franquia Master” oferecer a ele, todo o suporte para vender, é essencial.

Desta forma, eles prospectam pessoas realmente interessadas em revender seus produtos e serviços. Essas pessoas interessadas em “vender” os produtos  pagam para trabalhar (revender) os produtos. Isso não é genial?

4) Momento crítico, pessoas sem grana? Financiamento do projeto. O movimento de “franquia” sem ter exigência de documentação, royalties, ou qualquer tipo de burocracia.

Pague em 24 meses. Primeira parcela para 60 dias.

5) Impressionante a senhora Vladir (foto abaixo): 

Ela faz uma bela apresentação, com muito cuidado nos assuntos:
a) Detalhes do produto
b) Treinamento que ela oferece, sobre o produto, e como vender as soluções
c) A garantia do produto.(Ela transmite uma sensação de garantia completa)
d) Dicas…. essa é essencial, pois é comprovada com todo o seu conhecimento de anos…. e que são importantes. Diria o mais importante. Como por exemplo aonde comprar produtos (insumos) com qualidade e preço!

Vi ela vender na minha frente a maquina de “Bordar boné” no valor de R$ 22.000,00.  Olha que incrível, ali na feira fazendo venda de 22k


Maquina de bordar: 22k
​​
Este “carisma”, “credibilidade”, “suporte” e a possibilidade de ter “tudo” (insumos) são importantes. Acredito que ninguém gosta de ter diversos fornecedores para ter que atuar. O máximo de produtos que ele possa comprar com você melhor. Ou seja a ideia de “Kit´s”, dentro da loja é importante.
A montagem de “pacotes” de insumos, ou então a indicação de fornecedores para que o cliente saiba aonde comprar o produto. Essencial!

6) Aproveitando trazendo alguns destaques da feira:

  1. A) izettle (cartões pgto sem mensalidade) vendedores atuar externo.
    A taxa não é um atrativo, mas para que  seu revendedor inicie sem custos.
  2. B) Mandae e Beehive: Logística integrada. Eles retiram o produto com você, embalam e enviam para o seu cliente com o preço de balcão dos correios. Entregam e assumem a responsabilidade de entrega pelo produto. Veja isso como uma solução bacana para o seu revendedor. Pois ele nem precisa se preocupar em embalar, ou despachar o produto.
  3. C) Instaby: Vender pelo Instagram. O sistema insere no post do Instagram um link direto na imagem para o link do produto lá na sua loja virtual Tray, ou seja, é do Instagram diretamente para o produto. E não send um link para a home da sua loja virtual. Crescimento de vendas. Aumento de conversão e não forçando o visitante a ter que “procurar” o produto dentro do seu e-commerce.
    Importante citar que cresce o número do Instagramer´s a cada dia, e que é sabido de todos, a queda de anuncio no facebook, pelo seguinte motivo: (exemplo 10 mil seguidores no facebook, não são todos os seguidores que visualizam o anuncio).
    NoInstagram todos visualizam o seu anuncio. Por isso recomendo apostar agora e aproveitar o Instagram. (vai que modificam lá na frente esse método)

Aqui o seu revendedor, também pode utilizar a ferramenta de afiliados, e ganhar apenas comissão em vendas. Já que ele pode inserir o código de afiliado diretamente no link do produto.

No resumo da feira, pude verificar que pessoas estão interessadas em ter o seu próprio negócio, e com certeza buscam oportunidades ainda “inexploradas”, e vejo que podemos auxiliar eles no e-commerce oferecendo:

  1. Uma loja virtual completa com um mix de produtos selecionados (você pode definir quais produtos serão revendidos).
  2. Conteúdo (treinamento/dicas) Sobre como gerir um negócio
  3. Manter o cliente na base vendendo os insumos (Fidelização do cliente)
  4. Aumentar o ticket médio (vendemos mais para um numero menor de pessoas. Redução de custo em marketing.
  5. Reduzir frete (o seu revendedor arca com o frete e entrega)
  6. Redução de equipe: Atendimento, Expedição e etc.

Obs: Acredito que todo este “empreendedorismo” são as pessoas visualizando a falta de emprego e precisam de “iniciar um negócio”. Sem dúvida uma grande oportunidade para você ter um canal de revenda. Pois existem milhares de pessoas interessadas!

Bom, finalizo aqui desejando reforçar que a proposta deste “post” é de compartilhar a incrível sensação vista na Feira do Empreendedor 2016!

E claro poder treinar a escrever cada vez mais aqui no meu blog, e perceber a minha própria evolução, sendo este a minha primeira publicação e conto com você. Me impulsione, deixe seus comentários, seja positivo ou negativo.

FIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *