Aprendendo com o cliente: O dono de E-commerce e sua loja virtualzinha

(O ‘cliente’ te liga, e pergunta: O que você pode fazer pela minha loja virtual que está com baixa venda).
 
Ah pode fazer isso e aquilo e tal para melhorar a sua loja virtual… (dou uma mini-consultoria de todos os pontos necessários e que poderia resolver para a loja virtual dele….)
Passei quase duas horas papeando…..
 
(Ok, me passa orçamento)….
 
Passou 10 dias, o ‘cliente’ não responde e tal, eu por curiosidade vou olhar a loja dele…
 

TUDO FEITO COMO EU DISSE EM SUA LOJA VIRTUAL!

Bom, e o que eu ganhei com isso?
 
Aprendi que existem pessoas más, que te sugam a todo tempo! **** E os bons, pagam pelos maus ****
 
Aprendi: Eu tenho o que somar! Ele tem o que …. sugar!
 
Aprendi que eu vou aprendendo com a vida, somando novos conhecimentos…
 
Aprendi que ele, faz isso com diversas pessoas, aprendi que ele é perdido (sem rumo).

Aprendi que pessoa má: Não sabe dizer “obrigado”.

Pessoa de má indole, não responde o seu orçamento. (Ele estará do outro lado…. e quando não receber o feedback?)
Custava o cliente responder:
O seu preço  é impossivel para mim. Você é caro, vou pegar suas idéias, e aplicar com o meu sobrinho aqui! Mas muito obrigado pela sua ajuda. “Que Deus lhe pague“.
Mas também….Aprendi, que não é só ensinar! Aprendi que tem que dizer, tudo o que precisa ser feito:
 
“Não é a Makita que faz o bom recorte. O operador tem que saber usar a Makita”.
 
Enfim, ele fez tudo o que eu disse. Não me contratou.
 
A loja ainda continua “ruim”. E espero que ele…. aprenda com isso!

Pois eu aprendi, que aprendo a aprender com o ser humano dia após dia!

Este texto, tem mais a função de “desabafo” do que “incremento de conteúdo”.

Gerenciador de sites, otimizado para administrar seu site otimizado. Software de gerenciar sites.

Gerenciador de sites,  com conteúdo otimizado pelo Téo Costa é o nosso software para administrar site otimizado é desenvolvido com técnicas de otimização para buscadores. O Gerenciador de sites utiliza um editor próprio para sites otimizados, permite que o nome de cada conteúdo cadastrado gere uma página “estática” no formato .html, gerando assim o chamado “url amigável“, facilitando a busca e melhorando seu posicionamento. O Editor do gerenciador de sites otimizados foi desenvolvido com base em padrões web, melhorando a acessibilidade, deixando o site mais leve e fácil de ser acessado.

Cada conteúdo adicionado pelo gerenciador de sites, adiciona palavras chaves que são adicionados na meta tag da página e ainda adicionado links no final da páginas com essas palavras chaves.

Com o gerenciador de sites da Ater é possível criar uma estrutura de navegação fácil e intuitiva, onde através de poucos cliques o internauta tem acesso a todas as páginas do Web Site. Os buscadores terão fácil acesso a todas as páginas do seu site e indexará de maneira rápida e fácil todo o conteúdo do seu Web Site.

Todos os links, conteúdos e palavras-chave ficam organizados em categorias e sub-menus, seguindo as diretrizes para webmasters do Google, tudo através do gerenciador de sites.

De que adianta sua empresa investir milhares em sistemas de gerenciador de sites para facilitar a administração do conteúdo se o seu gerenciador de sites não esta preparado para aparecer na internet.

Conheça o nosso mais novo cliente que utiliza nosso gerenciador de sites com conteúdo otimizado:

Abaixo segue algumas palavras chaves que já estão na primeira página com apenas 2 semanas utilizando o gerenciador de sites:

– brindes tecnologicos
– brindes eletrônicos
– brindes modernos
– brinde tecnologico
– brinde tecnologicos
– carddrive brinde
– brinde corporativo
– card drive corporativo
– pentalent
– caneta brinde rio de janeiro
– laserpoint
– hub multimidia

Não perca tempo entre em contato e solicite mais informações sobre o nosso Gerenciador de Sites de Conteúdo Otimizado para Buscadores. Oferecemos as melhores soluções para sua empresa aparecer de forma consistente na Internet.

Desenvolvimento Sites

Criação sites gratis, criação sites em flash, criação sites gratuitos, criação sites internet, design criação sites, sites gratis, criacao sites gratis, web sites, criação web

Tipos de comércio eletrônico, e-commerce, loja virtual, venda online, venda não presencial!

Os tipos de comércio variam. Alguns utilizam a Internet, outros, a Intranet, mas, em geral,
sempre existe um lado que compra e outro que vende. Seguem, abaixo, algumas formas de
comércio eletrônico e as siglas usadas para identificá-las.

B2B-Business to Business: de empresa para empresa; empresas buscam parcerias em
áreas em comum.
B2C- Business to Consumer: de empresa para consumidor; geralmente, é a busca do
cliente pela empresa que fornece algum produto de seu interesse.
B2E-Business to Employee: de empresa para colaborador; nesta abordagem, o
funcionário possui descontos nos produtos da empresa na qual trabalha.
C2B-Consumer to Business: de consumidor para empresa; é destacado como uma
espécie de leilão de algo de que o consumidor precisa; as empresas disputam entre os
valores, prazos e vantagens a oferecer ao cliente.
C2C-Consumer to Consumer: de consumidor para consumidor; é o comércio em que
o consumidor quer revender seu produto a outro consumidor.
G2B-Governement to Business: de instituições governamentais para empresa; realizada
através de licitações públicas, relações com impostos e renovação de licenças.
G2G-Governement to Governement: de instituições governamentais para instituições
governamentais; compra/troca mercadorias, empresas estatais, prestação de serviços.
S2B-Student to Business: de estudantes para empresa; são empresas que disponibilizam
treinamentos ou equipamentos para estudantes, oferecendo maior desconto ou
gratuidade, para capacitá-los para o mercado de trabalho, formando, assim, um novo
profissional qualificado em seu produto.

Tipos de Usuários

Temos, geralmente, duas opções:

(1) o cliente e (2) administrador do Sistema.

O cliente, segundo Rebouças(2009, p.1):
“[…] é aquele que compra de sua empresa, que compra o produto e
serviço por ela ofertado e também consome a marca e demais compostos
intangíveis adquiridos de forma embutida no produto. Sem os clientes não
há o faturamento, além de pagar o preço e considerar o valor agregado da
mercadoria, o cliente satisfeito ou insatisfeito torna-se num divulgador da
marca.”
Cada cliente tem sua característica. Rebouças destaca os tipos de clientes:
• Cliente interno: são os colaboradores da empresa;
• Cliente externo: todo cliente que pode comprar o produto da empresa;
• Prospect: clientes que desejam comprar;
• Shopper: clientes que visitam a empresa;
• Cliente eventual: clientes que compram os produtos eventualmente;
• Cliente regular: clientes que compram os produtos regularmente;
• Defensor: divulgadores das experiências que tiveram na compra, no uso ou na satisfação ou insatisfação do produto ou serviço da empresa.
Para o e-commerce, essas classificações no cadastro são ocultas. Cada um faz o cadastro no
e-commerce pelo mesmo processo; o que determina a classificação de cada um é exatamente
o seu comportamento no e-commerce, que pode ser observado pelas ferramentas disponíveis
ao Administrador.
Para a computação, o Administrador é o usuário que detém o controle de todo o processo
do sistema, tanto do hardware como do software, responsável pelo gerenciamento dos dados,
visualização de relatórios e consultas e configuração dos softwares para execução do sistema.
Nem sempre o usuário Administrador gerencia todos os dados de forma exclusiva; existem
sistemas que permitem que outros tipos de usuários possam controlar algumas funcionalidades
do sistema. Esses usuários, geralmente, são aqueles cujo login ou código de entrada corresponde
à sua função na empresa ou no sistema, por exemplo, Logística, Gerência, Estoque,
Contabilidade, Marketing, Suporte e outros.

Programação Estruturada X Programação Orientada a Objetos no E-commerce Loja Virtual

1_ecommerce

– É uma linguagem de modelagem unificada e visual usada para modelar sistemas orientados a objetos;
– Possui diversos diagramas tais, como:
• classe;
• sequência;
• colaboração;
• caso de uso;
• transição de estados;
• componentes.

Utilizaremos para modelagem de banco de dados, o diagrama de classes; pois, a partir dele, podemos gerar o modelo relacional, conforme apresentaremos no decorrer deste documento.

Classe

O que é uma Classe?
“Uma classe é uma entidade que descreve um conjunto de objetos com propriedades e comportamentos semelhantes e com relacionamentos comuns com outros objetos”. Uma classe é dividida em três partes, conforme abaixo:

1_ecommerce

Diagrama de Classe

É um dos principais diagramas para um sistema orientado a objetos. Um diagrama de classes apresenta a estrutura e as relações entre as classes do sistema.

1_ecommerce

Paradigma da Orientação a Objetos no sistema de E-commerce & Loja Virtual

Paradigma da Orientação a Objetos

Este paradigma parte do princípio que, no mundo em que vivemos, existem diversos objetos, os quais possuem características e realizam ações. Por exemplo, um automóvel é um objeto que possui características: cor, ano modelo e marca. E realiza algumas ações, acelerar e frear, por exemplo. Contextualizando:

1_ecommerce

  1. Chris passa uma mensagem para o florista contendo uma requisição (entregar flores para Robin em outra cidade).
  2. É responsabilidade do florista satisfazer esta requisição.
  3. Chris não sabe o método que o florista irá utilizar para entregar flores em outra cidade e, também, desconhece os detalhes desta operação.
  4.  A Programação Orientada a Objetos é estruturada como uma comunidade de agentes que interagem chamados de objetos.
  5. Cada objeto tem um papel a ser executado.
  6. Cada objeto fornece serviços ou executam ações que podem ser utilizadas por outros membros da comunidade.

Mensagens e métodos:
1. Uma ação é a transmissão de uma mensagem para um agente (objeto) responsável pela ação.
2. Quando um objeto aceita a mensagem, ele é responsável por tratar a ação.
3. Em resposta a esta mensagem, o receptor executará algum método para atender a solicitação. Responsabilidade Descreve o comportamento em termos de responsabilidades.

Classes e Instâncias O Florista é um exemplo de classe, pois representa todos os floristas.

O Florista Pitoco e o Bodjo são instâncias desta classe. Outro exemplo de classes e instâncias é forma de gelatina e as gelatinas.

1_ecommerce

Técnica de modelagem de dados para E-commerce

A técnica de modelagem mais usada é a abordagem Entidade-Relacionamento (ER).
O modelo de dados é representado graficamente por meio de um Diagrama de EntidadeRelacionamento
(DER).
Essa abordagem foi criada por Peter Chen (1976) e é considerada como um padrão para a
modelagem conceitual.
O modelo Entidade-Relacionamento (E-R) tem por base que o mundo real é formado por
um conjunto de objetos chamados de entidades e pelo conjunto dos relacionamentos entre
esses objetos.
O objetivo do modelo E-R é representar a estrutura lógica do banco de dados de uma empresa,
especificando o esquema da empresa, quais as entidades e como elas se relacionam entre si.
O modelo E-R é chamado de Modelagem Conceitual, cujo objetivo é representar de uma forma
abstrata, independente da implementação em computador, os dados que serão armazenados
no banco de dados.
O modelo E-R trabalha com alguns conceitos básicos:
• Atributos
• Conjuntos de Entidade
• Conjuntos de Relacionamento MER

Atributos:
• Simples ou Compostos

o Simples
Possui um domínio simples.
Exemplo: VALOR_TOTAL_ENCOMENDA, cujo domínio é o conjunto dos números
reais positivos, com duas casas decimais.

o Compostos
É formado por uma estrutura de dados, que agrega os domínios simples.
Exemplo: ENDERECO_FORNECEDOR, possui domínios simples como: rua, número,
bairro, cidade, estado, CEP

Monovalorados ou Multivalorados

o Monovalorados
Tem um único valor para cada atributo.
Exemplo:
O número de matrícula de um empregado, cada empregado tem apenas um número
de matrícula

o Multivalorados
Pode haver mais de um valor para o atributo.
Exemplo:
O atributo NUMERO_TELEFONE do empregado Carlos dos Santos pode determinar
dois valores: 3567-1234 e 3567-2345.

Nulos
Não é obrigatório existir um valor em todos os registros. Exemplo:
Atributo: MATRICULA_CONJUGUE Pode haver empregados que não tenham
cônjuges que trabalham na empresa e, portanto, não teriam valor para este atributo.

• Obrigatório
Tem de existir um valor para o atributo em todos os registros.
Exemplo:
Atributo: NOME_EMPREGADO na entidade EMPREGADO não pode haver nenhum
empregado ao qual não seja atribuído um nome.

Campo Obrigatório
Campo Obrigatório

 

Entidade

Uma entidade é representada por um conjunto de atributos.
Para cada atributo há um conjunto de valores permissíveis (domínio). Um atributo é um dado
associado a cada ocorrência de uma entidade ou de um relacionamento.
Atributos e valores, juntos, descrevem as instâncias/ocorrências de uma entidade.
Os atributos são as propriedades das entidades.

 propriedades das entidades
propriedades das entidades

As entidades são representadas por retângulos.
Uma entidade tem um conjunto de propriedades, e os valores para alguns conjuntos dessas
propriedades devem ser únicos.
Uma entidade pode ser completa, como uma pessoa ou um livro, ou pode ser abstrata como
um empréstimo, uma viagem de férias ou um conceito.

Estratégias para reconhecer entidades

As coisas tangíveis: aquilo que pode ser tocado.
• Ex: avião, carro, cachorro, gato, livro, caderno etc.
Funções: todo o tipo de papel, atribuição, classificação, ou outra característica qualquer que,
para um dado elemento, especifique não sua existência, mas sua atuação no ambiente em que
está inserido.
• Departamento de uma empresa, o autor de um Departamento de uma empresa, o autor
de um livro, um médico.
Eventos ou ocorrências são ações ou fatos que uma vez ocorrendo possuem características
próprias sobre as quais podemos fazer alguma referência.
• Um voo comercial, um acidente de trânsito, um jogo de futebol.

Conjunto de Relacionamentos

• Um relacionamento é uma associação entre uma ou várias entidades (objetos da
realidade).
Exemplo: um relacionamento entre um sócio “João” com o show “S-15”.
Esse relacionamento especifica que o sócio “João” compareceu ao show que foi designado
com o número “S-15”.
• Um conjunto de relacionamentos é um conjunto de relacionamentos de mesmo tipo.
• Conjuntos de relacionamentos, representado por um losango.
Ex:ecommerce

Nova loja virtual criada utilizando o sistema de crawler de cadastro de produtos

Hoje lançamos o site: Shopko: a sua loja virtual que garante: Preço e Entrega

*Cadastramos 7 mil produtos em apenas um único dia. Utilizamos o sistema de Crawler desenvolvido por mim: Téo Costa.

Benefícios:

1) Cadastramento rápido dos produtos na loja virtual, ampliando o seu mix de produtos.

2) Sistema de alteração dinâmica de preços. Ou seja, temos uma tabela de preços em .txt, o sistema lê o código do produto, e atualiza o seu preço automaticamente no banco de dados. Excluindo assim a alteração manual de preços e estoque dos produtos.

3) Criação de conteúdo automático de conteúdo, utilizando estratégias de SEO. Não apenas copiamos o conteúdo, preparamos o produto para ser bem posicionado no Google. Continue lendo “Nova loja virtual criada utilizando o sistema de crawler de cadastro de produtos”