O que o beisebol e a gestão do serviço de campo têm em comum

Antes do Moneyball, os profissionais do beisebol tinham uma visão simplista, descrita em uma fala clássica de outro filme sobre o esporte, Bull Durham (no Brasil, veiculado como Sorte no amor): “Este é um jogo muito simples. Você joga a bola, você pega a bola, você bate na bola.” Se quisermos usar o axioma simplista acima para descrever o serviço de campo, poderíamos dizer que “você agenda o serviço, vai até o local do serviço e executa o trabalho.” Como o sabermetrics já apontou, há dezenas de milhares de elementos entrelaçados na sequência de lançar, pegar e acertar — a análise preditiva demonstrou uma dinâmica semelhante quando usada com os técnicos de campo. No entanto, a aplicação desses princípios complexos não requer nenhum exército de peritos em estatística. Na verdade, é necessário usar um método diferente — e único — para gerenciar o serviço de campo.



Author: Téo Costa
Téo Costa Consultor em Marketing Digital com foco no E-commerce. Especialista em estratégias de alta performance para pequenas e médias empresas. Tenho ajudado empresas e seus gestores a determinar orçamentos e objetivos para o Marketing Digital. Trabalho com as mais avançadas técnicas de otimização de conversões, Geração de Leads e mensuração de resultados, para ajudar empresários, executivos e gestores a maximizar o retorno de seu investimento nas estratégias de Marketing Digital.

Deixe uma resposta